Sejem Bem vindos

Esperando em Deus para Honra e Glòria do nosso Senhor Jesus Cristo, na esperança em satisfazer as vossas leituras espirituais, amen.

"O Senhor é o meu Pastor e nada me faltarà." (Salmos 23:1)

"E ha corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a gloria dos celestes e outra a dos terrestres." "Uma é a gloria do sol, outra é a gloria da lua e outra é a gloria das estrelas; porque uma estrela difere em glorias doutra estrela."(I Corintios 15:40-41)

"E em nenhum outro ha salvaçao, porque tambem debaixo do céu nenhum outro nome ha, dado entre os homens pelo qual devamos ser salvos."(Atos 4:13)

"Mas a nossa cidade esta nos ceùs, donde tambem esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo."(Filipenses 3:20)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

SEXO E LA MATEMATICA DE DEUS

Sexo e la matematica de Deus

Quando eu era criança, aprendi que a ordem dos fatores não altera o produto. Mas quando cresci, vi que este conceito não se aplica a todas as situações, como o sexo por exemplo. Hoje em dia, este é a locomotiva que move o sistema. Vem antes do casamento, do relacionamento, da amizade e da maturidade. Duas pessoas se unem numa relação intensa e breve (infinita enquanto durar), e quem sabe, depois rola um namoro ou, se a coisa trouxer prazer suficiente por algum tempo de experimentação, casamento.

Inverteu-se a ordem: o que era para ser o desfecho, o sacramento da união de duas pessoas, a plenitude de uma relação de amor, tornou-se a porta de entrada. O resultado é bem diferente do previsto por Aquele que criou o sexo. Alterou-se o produto final.

A proposta do Criador é essa: deixar o homem pai e mãe, se unir à sua mulher e serem os dois uma só carne (Gênesis 2:24). Tem a ordem certa. Deixar pai e mãe é igual a amadurecer, atingir a independência emocional e material. Se unir à sua mulher é igual a compromisso, relacionamento, aliança. Tornar-se uma só carne, que é a relação sexual e toda a intimidade que isso envolve, vem como o último fator. O produto é a felicidade e a satisfação plena que todos procuram. É dentro do casamento que a sexualidade se desenrola de forma gradativa e sua complexidade é vivenciada num ambiente de amor e aceitação, e o mais importante, debaixo da bênção de Deus. É fundamental lembrar que, depois de duas pessoas se tornarem uma só carne (1+1=1), a separação implicará em dividir, subtrair, rasgar, sangrar, perder (1 ÷ 2= ½ ). O que Deus planejou desde o princípio foi a união definitiva de um homem com uma mulher, selada pela intimidade sexual, ou seja, casamento até que a morte os separe. Qualquer coisa fora disso é dureza de coração.

Mas o mundo respira, inspira e transpira outra matemática. Aquele que veio para matar, roubar e destruir distorceu o que foi criado bom e puro. Pervertendo o sexo, Satanás tem subtraído a vida e invertido os fatores. E é este o produto que temos: doenças sexualmente transmissíveis, gravidez indesejada (interrupção de estudos, casamentos forçados, avós virando mães, filhos negligenciados...), aborto (culpa, esterilidade, riscos...), impotência sexual, pornografia, perversões sexuais, danos emocionais, problemas de auto-estima... e a lista segue em progressão geométrica.

A promessa de um amor verdadeiro e felicidade nunca se cumpre, quando o sexo é colocado como ponto de partida e não ponto de chegada. E uma vez começando da forma errada, o amor que deveria vir depois é substituído por dependência, medo, rejeição e confusão emocional. A maturidade que supostamente viria com a prática sexual, se transforma em desconfiança  e incapacidade de uma entrega saudável, ou seja, a incapacidade de amar e ser amado. E o compromisso com o outro se torna inviável, uma vez que a lei que governa os impulsos descontrolados é a lei do ego, do primeiro eu.
E onde não existe sacrifício também não existe aliança.

Seria maravilhoso se o ser humano compreendesse que o preço que se paga por se manter puro antes do casamento, ou seja, não seder às pressões externas e internas de se relacionar sexualmente com alguém que não seje o marido ou esposa, é muito menor do que o preço que a grande maioria tem pago por inverter a ordem nos fatores. "Quem tem ouvidos para ouvir, ouça..."

mauriziomirian.blogspot.comhttp://mauriziomirian.blogspot.com/feeds/posts/default

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segundo cada comento, disponho que:
Se por acaso o comento nao serà respeitoso,
integro, escrito com seriedade, nao editerò seu comento.
Todavia, certa da raridade e esperando que tal defanhança nao acontecerà, fiquem à vontade
e sejem bem vindos.
Desejo uma boa leitura à todos na Paz do Senhor.

mauriziomirian.blogspot.com

Sò pra descontrair um pouquinho com Seasonal Foods